Sem concursos e reajustes, governo reduz gasto com pessoal pela primeira vez em mais de uma década

Levantamento do Tesouro mostra que folha de pagamentos caiu de R$ 286,4 bilhões em 2019 para R$ 285,3 bilhões em 2020, destaca O Globo

As despesas com pessoal do governo federal caíram no ano passado, saindo de R$ 286,4 bilhões em 2019 para R$ 285,3 bilhões. O dado faz parte do Relatório Contábil do Tesouro Nacional, que será divulgado nesta quinta-feira. Foi o primeiro recuo pelo menos desde 2009, início da série histórica apresentada no levantamento.

Como contrapartida às transferências de recursos para estados e municípios, o Congresso aprovou, a pedido do governo, a proibição de reajustes de servidores das três esferas até o fim deste ano.

A União também tem apertado a contratação de pessoal e só deve fazer concursos após a reforma administrativa.

Leia na íntegra: O Globo

Compartilhar