UFSC utiliza plataformas digitais para manter atividades essenciais da instituição

Colações de grau, reuniões de órgãos colegiados e outras funções administrativas estão ocorrendo virtualmente

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está utilizando plataformas digitais, videoconferência e softwares de comunicação para manter atividades essenciais e inadiáveis nas Unidades de Ensino durante o período de suspensão do expediente presencial. Além das colações de grau em gabinete, realizadas por videoconferência, os Centros de Ensino da UFSC vêm realizando reuniões virtuais de órgãos colegiados e até processos de escolha de gestores e representantes. Essas atividades são oficializadas pelas ferramentas de autenticação e certificação já existentes na UFSC, como o sistema de assinaturas digitais.

Além das atividades essencialmente administrativas, como reuniões de colegiados, algumas ações por meio virtual envolvem diretamente os alunos. As colações de grau em gabinete por meio de videoconferência são um exemplo. A formatura antecipada de 46 estudantes do curso de Medicina, no dia 24 de abril, foi uma experiência tecnicamente bem-sucedida e mostrou a viabilidade do formato. Na segunda-feira, 27 de abril, houve a colação de grau on-line de seis estudantes de Ciências Biológicas da UFSC.

O pró-reitor de Graduação, Alexandre Marino Costa, informa que, além daquela de Ciências Biológicas, outras 23 formaturas de cursos estavam previstas para ocorrer entre 18 de março e 3 de abril – no período de suspensão das atividades presenciais. De acordo com Marino, a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) está conversando com os diretores dos Centros de Ensino sobre a possibilidade de realizar as formaturas on-line. Ele destaca que é necessário consultar os formandos para ver se eles concordam com esse tipo de formatura e se todos possuem os meios técnicos para a videoconferência. Além das formaturas, desde 17 de abril a Prograd já permite que as defesas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) sejam feitas por meio de sistema de áudio e vídeo em tempo real.

Defesas
Na pós-graduação, também são utilizados os recursos digitais para diversas atividades.  Em Portaria Normativa de 25 de março, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG) resolveu permitir a realização de bancas de projeto, de qualificação e de defesa de trabalho de conclusão da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), “com a participação de todos os membros e do estudante por meio de sistema de áudio e vídeo em tempo real”. As defesas são gravadas e arquivadas nas coordenadorias dos programas de pós-graduação. Segundo a pró-reitora Cristiane Derani, várias bancas já foram realizadas com sucesso desde então. Nesta quarta-feira, 29 de abril, a PROPG fará a primeira reunião virtual da Câmara de Pós-Graduação. A ideia, segundo Derani, é atestar a viabilidade do formato para futuras reuniões.

A utilização de videoconferência e plataformas digitais pela UFSC começou a ser normatizada no início de abril. O ofício circular 17/2020 do Gabinete da Reitoria, expedido no dia 3 de abril, solicita às unidades acadêmicas que adotem medidas para permitir a realização de atividades indispensáveis, “de natureza essencial e inadiável relativas a rotinas e a procedimentos”. Já as colações de grau por videoconferência foram disciplinadas pela Portaria Normativa 001/2020 da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). A portaria foi emitida em 16 de abril, após manifestação da Câmara de Graduação.

No ofício, o Gabinete da Reitoria destaca que “a própria Universidade dispõe de um portal de serviços digitais, que conta com o auxílio da Coordenadoria de Certificação Digital (CCD/Seplan), o qual dispõe, por exemplo, de sistema de votação online (e-Democracia)”. A ferramenta utiliza o sistema Helios e permite a realização de eleições através da internet, com auditoria aberta ao público.

Fonte: Agecom UFSC

Compartilhar