“Estamos trabalhando para continuar com o mesmo ensino de qualidade”, afirma reitor da UFSC

A retomada do semestre 2020.1 na UFSC terá início através do ensino remoto a partir do dia 31 de agosto. A decisão foi tomada após três dias de discussão do Conselho Universitário (CUn) para definir os detalhes da Resolução que normatiza o retorno.

Na manhã desta quarta-feira (22), o reitor Ubaldo Cesar Balthazar comentou as decisões do Conselho durante entrevista coletiva realizada virtualmente.

Ubaldo destacou que a UFSC está trabalhando para fornecer estrutura aos alunos em condições de vulnerabilidade. O levantamento de quantos alunos precisarão de auxílio não foi encerrado, mas 1,6 mil alunos sem computador ou internet já foram identificados.

“Vamos dotar os alunos carentes com os equipamentos necessários para que acompanhem as aulas. Estamos trabalhando para continuar com o mesmo sistema, com o mesmo ensino de qualidade que nos caracteriza como a terceira melhor universidade federal do Brasil e a nona na América Larina“, disse.

Sobre o período de organização até a retomada do semestre, o reitor informou que cerca de 2 mil professores estão passando por cursos de capacitação para utilizar as ferramentas digitais e sobre como adaptar os planos de ensino.

“As cinco semanas são um tempo razoável para deixar a máquina engrenada lá para o final de agosto. Nós não vamos deixar de atender os alunos”, destacou.

Quanto à volta das aulas presenciais, Ubaldo declarou que a decisão depende das pesquisas sobre a Covid-19. “Eu não vou cometer a insanidade de chamar o retorno para a sala de aula com a pandemia na rua, com o vírus circulando. Ia ser uma hecatombe. Eu não quero ser responsabilizado por uma situação dessa. Não só eu, qualquer cidadão em sã consciência. A previsão de uma volta às aulas de forma presencial depende da ciência e da pesquisa. Quando chegar a conclusão de que essa vacina é segura, e o Brasil tendo condições de vacinar em massa a população”.

Veja também a entrevista do reitor da UFSC ao programa Bom Dia Santa Catarina.

Compartilhar