INSS mantém calendário da retomada da prova de vida

Projeto aprovado na Câmara pede suspensão do procedimento até o fim do ano, afirma o jornal Agora São Paulo

Um dia depois da aprovação pela Câmara dos Deputados de um projeto que pede a suspensão da prova de vida do INSS até o fim deste ano, o órgão responsável pelo pagamento dos benefícios informou nesta quinta-feira (15) que a exigência está mantida.

Aposentados e pensionistas que não fizeram a renovação cadastral desde o início da pandemia de Covid-19, em março de 2020, devem realizar o procedimento de acordo com os prazos estabelecidos no calendário oficial de retomada da fé de vida.

O INSS comunicou que somente irá analisar a suspensão aprovada pela Câmara após a conclusão da tramitação da medida.

O projeto de lei 385/21, originalmente apresentado pelo senador Jorginho Mello (PL-SC) para permitir que médicos e outras autoridades também possam atestar que beneficiários estão vivos, foi modificado pela Câmara e agora precisa ser reavaliado no Senado.

Leia na íntegra: Agora São Paulo

Compartilhar