Contra cortes do governo Bolsonaro, ex-reitores de universidades miram ‘bancada da educação’ no Congresso

Iniciativa já conta com nove ex-dirigentes de instituições federais de ensino superior, que articulam candidaturas em seis estados, destaca o Globo

Um grupo de ex-reitores e ex-presidentes de entidades ligadas ao ensino superior se movimenta para eleger em outubro uma “bancada da educação, ciência e tecnologia” no Congresso. O movimento ocorre em reação à política de cortes nas universidades e institutos federais adotada no governo do presidente Jair Bolsonaro.

Ao menos nove ex-reitores costuram pré-candidaturas. A maior parte busca se cacifar para disputar o Legislativo federal dentro de partidos como PT, PDT, PSB e PCdoB. Os nomes já colocados pretendem concorrer a vagas no Rio Grande do Sul, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco e Espírito Santo.

O ex-reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Edward Madureira explica que, após ser identificada uma onda de pré-candidaturas de ex-reitores, o grupo decidiu se unir e construir pontes com lideranças da comunidade científica e da educação.

Leia na íntegra: O Globo

Compartilhar